Colaborar está na essência do Lab Moda Sustentável. Também no modo de agir e na forma como conduzimos nossos encontros – sempre com base em metodologias que nos permitem avançar rumo à moda sustentável brasileira, inclusive diante de interesses divergentes. Daí a pergunta: como estabelecer e manter sólida essa união?

Na base de um projeto como o Lab Moda Sustentável, que reúne integrantes de instituições e empresas com perfis e interesses muito distintos, há um enorme investimento na criação de instrumentos de governança. Eles ajudam a dar sustentação ao projeto, como também a avançar nos mecanismos de transparência. Além disso, o crescimento do grupo e o estabelecimento do Lab como uma plataforma de colaboração aumentam a necessidade de pensar compromissos, princípios e critérios de participação. Temas que precisam ser comunicados a todos que têm interesse em fazer parte do Lab.

Biênio 2020-2021

Antes de qualquer mergulho histórico, vale revisar quem integra a governança do Lab Moda Sustentável no Biênio 2020-2021: o Conselho de Governança é composto pela Abit (Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção), ABVTEX (Associação Brasileira do Varejo Têxtil), DIEESE (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos), Laudes Foundation e OIT (Organização Internacional do Trabalho). Já o Conselho Consultivo é formado pela Fundação Hermann Hering. Na coordenadoria e secretaria executiva: o Instituto Reos.

Breve histórico sobre a estruturação do Conselho de Governança

Quem visualiza essa estrutura tão definida pode se questionar sobre como tais nomes foram escolhidos. E, para responder essa questão, precisamos voltar alguns passos – mais precisamente até o momento da criação do Lab Moda Sustentável, em 2017.

De início, formou-se uma Aliança Convocadora formada pela Abit, ABVTEX, OIT e Instituto C&A. A Aliança Convocadora surgiu para convidar as organizações, empresas e indivíduos a compor, primeiro, a equipe que construiria os cenários e, depois, a transição para o laboratório social. Essa primeira composição durou até maio de 2018, ano em que se geraram as primeiras iniciativas e que se percebeu que, com a participação de entidades que representem diretamente os trabalhadores, seria possível avançar em temas-chave da agenda de sustentabilidade

Em 2018 o Lab também começou a caminhar para se transformar em uma plataforma – o que era a aliança passa a assumir compromissos relacionados à gestão dessa plataforma e se transforma no Conselho de Governança. Entrou-se em uma nova fase em 2019, com a entrada do DIEESE no Conselho de Governança, marcada também pela criação de um Conselho Consultivo.

Quanto às funções, podemos exemplificar a atuação desses dois grupos da seguinte forma:

_ Entre as atribuições do Conselho de Governança, estão: contribuir com conhecimento, contatos, articulação e recursos financeiros e logísticos; tomar as decisões estratégicas do projeto como: definição da Teoria da Mudança e estratégia de atuação; e garantir diversidade dos atores, formular políticas de adesão e participação;

_ Entre as atribuições do Conselho Consultivo, estão: orientar, participar e oferecer pareceres nas decisões estratégicas definidas pelo Conselho de Governança; contribuir com conhecimento, contatos, articulação e recursos financeiros e logísticos; e opinar e dar sugestões a respeito das decisões do projeto como.

Além da Estrutura de Governança e da Política de Governança, também desenvolvemos, a muitas mãos, uma Carta de Princípios. Trata-se de um instrumento para que empresas e organizações verifiquem se cumprem determinados requisitos de participação, bem como assumam o compromisso de colaborar na transição para a sustentabilidade na moda. A leitura e assinatura dessa Carta sela o compromisso com o nosso movimento e com nossa Visão 2027. Está tudo disponível aqui.

Reconstruir a moda brasileira passa por promover mudanças de cultura e novas narrativas, por influenciar políticas públicas e por fortalecer o ecossistema a partir das pessoas. Por tudo isso, precisamos de uma governança ativa e alinhada, comprometida em acompanhar as diversas frentes de atuação do Lab Moda Sustentável e garantir a coerência e o movimento em todos os nossos projetos. #Boracolaborar?

Recommended Posts