Top

Tight Stitching. 

Citizens channel their problem with public issues to the environment, as your reactions to environmental disasters.

The intervening State’s power looms over everything, as it seeks to regulate the actions of all other sectors. The State also holds the monopoly over Big Data and there is an increase in inspections of the fashion production chain, with a special focus on both work-related issues and environmental concerns.

Low participation in public policy development stifles innovation and investments in technology, which are made by the private sector. Dialogue is weakened and inequality persists. Shopping malls are the preferred locations to experience consumerism but most purchases are done online.

Comparativo dos diferenciadores.

Economia e mercado.
:: Economia se estabiliza e volta a crescer.
:: Política econômica protecionista beneficia a indústria.

Cultura e consumo.
:: Amplo rastreamento de cadeias produtivas, mas baixo compartilhamento de informações.
:: Shoppings: experiência de consumo.
:: Compras online: necessário cumprir especificações socio- ambientais para chegar às prateleiras.
:: Consumidores: consciência ambiental, mas há pouca conexão com as condições de trabalho. 

Questões ambientais / recursos naturais.
:: Política ambiental mais regulada. 

Modelo de negócio e cadeia de valor.
:: Resultados do negócio consideram questões sociais.
:: Crescimento de compliance: resposta às sanções jurídicas.
:: Intercâmbio de informações comerciais e estratégicas.
:: Baixa mecanização.
:: Mortalidade das MPEs em níveis extremos.
:: Comércio online difunde-se em alguns segmentos.

Educação, ciência, tecnologia e inovação.
:: Baixo investimento em tecnologia e mecanização.
:: O Estado é parte do oligopólio do Big Data: informações para elaboração de políticas públicas.
:: Vigilância é onipresente (empresas digitais são compelidas a fornecer dados para o governo).
:: Baixo investimento em educação. 

Trabalho e trabalhador(a).
:: O Estado forte garante a aplicação das leis vigentes.
:: O Estado procura garantir direitos, aumentando a fiscalização.
:: Manutenção de marcadores sociais de diferença e da discriminação (desigualdade de gênero, raça ou cor nas cadeias produtivas). 

Relações entre atores (governo, empresas, sociedade civil organizada e trablahadores(as).
:: Diálogo entre atores é frágil.
:: Predomínio da força do Estado, buscando regular as ações dos demais setores da sociedade.
:: Cidadãos canalizam sua preocupação com questões públicas para o meio ambiente, como reação aos desastres ambientais.